Administração

23 de fevereiro de 2017

Reunião da UPB-PR define atuação em defesa da aposentadoria policial

Uma nova reunião foi realizada no Sindicato, nesta quinta-feira (23), com representantes dos profissionais de segurança pública do Paraná, para dar continuidade aos trabalhos na luta em defesa da aposentadoria policial, ameaçada pela PEC 287/16. 

A UPB Paraná foi organizada, com estrutura e composição dos integrantes, e foram verificadas as principais demandas, entre elas uma publicidade maior e atuação jurídica e política. Na esfera política, com a confirmação do então deputado federal, Osmar Serraglio, como novo Ministro da Justiça, será realizado um trabalho intenso junto à sua base, na cidade de Umuarama, e na capital federal. 

"Estamos nos organizando e nos fortalecendo, intensificando a luta em defesa de todos os profissionais da segurança pública do Paraná, contra a PEC 287/16. Esta PEC da maldade, da escravidão, veio a fortalecer ainda mais as categorias. Estamos unidos para defender os nossos direitos previdenciários e enfrentar também os desafios futuros que venham a surgir", afirma o presidente do SINPRF/PR, Sidnei Nunes.   

Além do presidente do SINPRF/PR, Sidnei Nunes, e do presidente do Conselho Fiscal, Elgson Navarrete de Azevedo, também estiveram presentes o vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná (ADEPOL), Daniel Fagundes; o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Paraná (SINPEF/PR), Francisco Breus; o vice-diretor de imprensa do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná (SINCLAPOL); o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Curitiba (SIGMUC), Luiz Vecchi da Silva; o presidente da União das Praças do Corpo de Bombeiros do Paraná (UPCB), Henry Francis Therns de Oliveira; e o presidente do Sindicato das Guardas Municipais da Região Metropolitana, (SIGMETRO), Juliano Costa.