Parlamentar

07 de outubro de 2016

Informativo SINPRFPR 429

Desde o início da semana a diretoria do SinPRF/PR está somando forças com o sistema sindical da PRF na briga pelo reajuste salarial em Brasília.

No início da tarde de quarta-feira (5), os diretores do SinPRF/PR Sidnei Nunes, Sebastião Krainski, Elgson Azevedo e Raphael Casotti estiveram presentes na segunda reunião da Comissão Especial do PL 5865/16 (CEsp 5865/16), que analisa o projeto de lei que reajusta o salário da PRF e outras quatro categorias do Poder Executivo Federal. A reunião foi marcada pela 13a sessão legislativa desde a instalação da CEsp 5865/16 e encerramento do prazo de apresentação de emendas ao projeto de lei.

Como retratado anteriormente, com o fim de assegurar uma rápida tramitação do projeto que sela o acordo salarial da PRF com o Governo Federal, é necessário um esforço conjunto do sistema sindical da PRF e das demais categorias abarcadas pelo projeto, no sentido de promover a aprovação do PL 5865/16 em seu teor original. Caso alguma das 31 emendas apresentadas venha a ser aprovada pela comissão, a tramitação passa a ser mais lenta, necessitando apreciação no Plenário da Câmara.

Para evitar surpresas desagradáveis que possam causar o atraso no cumprimento do acordo salarial (a ser implementado a partir de janeiro de 2017), os dirigentes do Sindicato e dos demais SINPRFs têm trabalhado constantemente junto aos parlamentares, enfatizando a importância da aprovação do PL 5865/16 em seu teor original.

O resultado pôde ser visto durante a sessão de quarta-feira, quando, diante de cerca de 50 PRFs lotados em Goiás e no Distrito Federal, além dos dirigentes sindicais da PRF e de outros órgãos, o Relator do PL, Deputado Laerte Bessa (PR/DF), afirmou que o projeto deveria ser tratado com máxima urgência pela Comissão, e não deveria sofrer modificações, para que possa virar lei antes do final deste ano.

Os colegas PRFs de Goiás e do Distrito Federal, trazidos ao Plenário 3 da Câmara dos Deputados num esforço financeiro conjunto de diversos SinPRFs, dentre os quais o SinPRF/PR, ouviram ainda do presidente da CEsp 5865/16, deputado João Campos (PRB/GO), que fora fechado acordo para que a votação do relatório final (a ser apresentado pelo relator, Dep. Laerte Bessa) se dará no próximo dia 18 de outubro. O clima de alívio e satisfação embalou os presentes à medida que mais deputados federais utilizavam a tribuna para exaltar a importância de promover uma célere tramitação ao projeto, impedindo a aprovação das emendas apresentadas.

Mas a diretoria do SinPRF/PR, assim como os demais dirigentes sindicais da PRF se mantém alerta, atenta que para o fechamento satisfatório deste ciclo de lutas em prol do reajuste salarial da PRF, é necessário manter o esforço e atuação junto ao parlamento até a efetiva sanção presidencial do PL 5865/16.
"Toda a categoria deve se manter alerta e pronta para qualquer mobilização que for necessária. Hoje, o esforço para enchermos o Plenário 3 com PRFs, mostrou aos Deputados que somos um grupo unido e coeso, que luta arduamente pelos seus direitos, e que merece todo o respeito do Parlamento. Certamente no dia 18 iremos colocar o dobro de PRFs na sessão que selará o destino de nosso projeto de lei na Câmara dos Deputados. E o SINPRF/PR estará presente, atuando ativamente, como tem sido desde o início da campanha salarial", afirmou Nunes, sobre o dia de lutas em Brasília e os próximos passos.  

Valorizar o PRF é Preciso!